O Que é a UMBANDA.

A Umbanda é uma religião lindíssima, e de grande fundamento, baseada no culto aos Orixás e seus servidores: Crianças, Caboclos, Preto-velhos e Exus. Estes grupos de espíritos estão na Umbanda “organizados” em linhas: Caboclos, Preto-velhos, Crianças e Exus. Cada uma delas com funções, características e formas de trabalhar bem específicas, mas todas subordinadas as forças da natureza que os regem, os ORIXÁS.

Esta mistura de raças e culturas foram responsáveis por um forte sincretismo religioso, unificando mitologias a partir de semelhanças existentes entre santos católicos e orixás africanos, dando origem ao Umbandismo.

Na verdade a Umbanda é bela exatamente pelo fato de ser mista como os brasileiros, por isso é uma religião totalmente brasileira.

A UMBANDA é o produto da evolução espiritual, como tudo no Cosmo. UMBANDA é religião! Com ela conseguimos nos religar com Deus, conseguimos tirar o véu que cobre nossa ignorância da presença de Deus em nosso íntimo, então podemos chamar nossa fé de Religião.   OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ela cumpre a função religiosa de nos levar à reflexão sobre nossos atos, sobre a urgência de reformularmos nosso comportamento nos aproximando da prática do Amor de Deus. Sua bandeira branca é símbolo de paz, amor e união fraternal.

A Umbanda é uma religião monoteísta, Deus é o Ser Supremo, criador de todas as manifestações cósmicas. Presente em todos os momentos da sua criação, força motriz de todos os sistemas, a origem e causa de tudo o que existe, Ser Supremo que a Umbanda rende seu culto total, sob o nome de Zambi.

Portanto, a Umbanda é uma filosofia espiritualista que estuda, pesquisa, cultua, identifica e integra as Energias da Natureza, na Criatura humana. Tem como ideal a vivência do amor fraterno em todos os planos de evolução, principalmente na prática da caridade. A Umbanda Verdadeira, ciência pura, é a consciência cósmica de Deus-Natureza-Homem.

O umbandista vibra nas coisas da Natureza e do Universo. Todos os seus rituais são de exaltação à Natureza, da qual tira o material necessário à cura, seja de ordem material ou espiritual.

A prática do ritual destinado a estabelecer um vínculo mais estreito, través do mediunismo, entre os planos físico e astral, tendo como escopo principal, a orientação dos que se socorrem no campo da cura físico-etéreo-astral, desobsessão, pregação doutrinária e renovação moral dos seus seguidores, crença na imortalidade do espírito, obediência às Leis do Carma, Reencarnação e Evolução, além de consciente preparo individual para um despertamento espiritual.

Os seguidores da Umbanda verdadeira só praticam rituais de Magia Branca, ou seja, aqueles feitos para melhorar a vida de determinada pessoa, para praticar um bem, e nunca de prejudicar quem quer que seja.

A prática dos rituais de Umbanda dentro do templo exige o uso vestimenta branca. A roupa é branca, simbolizando a paz, o amor, a harmonia e a mudança da personalidade exterior – materialista – para a interior – altruísta e espiritualista. Os colares ou guias ritualísticos, nas cores determinadas pelo ritual e que servem como espécie de “pára-raios” das descargas negativas atraídas pela mediunidade. Cada médium carrega consigo as guias que representam os seus Orixás.

A Umbanda não tem relação com a doutrina de Kardec. O que existe de comum entre os dois movimentos religiosos, é o sincero desejo de evoluir, além do incessante contato com o plano astral, através do mediunismo; a Lei do Carma ou Lei de Ação e Reação (Jesus pontificou a lei cármica – “Com a medida com que tiverdes medido, Vos medirão também” – Mateus, VII, 2).

Seus aspectos dominantes são: existência de rituais próprios para a Iniciação do devoto, no sentido de um aprimoramento moral-religioso, prática do ritual destinado a estabelecer um vínculo mais estreito, através da mediunidade, entre os planos físico e astral, tendo como objetivo principal, a orientação dos que se socorrem no campo da cura, desobsessão, pregação doutrinária e renovação moral dos seus seguidores, crença na imortalidade do espírito, obe­diência às Leis do Carma, Reencarnação e Evolução, além de cons­ciente preparo individual para um despertamento espiritual.

A Umbanda fundamentase:

  • Na existência de um Deus único, eterno, incriado, potência geradora de todo Universo e adorado sob vários nomes.
  • Na crença de entidades espirituais, em plano superior de evolução, que são os Orixás, anjos e mestres, chefiando falanges que formam a hierarquia espiritual.
  • Na crença de guias espirituais, mensageiros dos Orixás, anjos e mestres, ainda em evolução e que se acham em planos médios, acima do físico.
  • Na existência do espírito como essência das essências, que é a forma mais sutil da energia e que sobrevive à matéria, a caminho da evolução, buscando o aperfeiçoamento.
  • Na crença da reencarnação e da lei Cósmica de Causa e Efeitos.
  • Na prática da mediunidade sob as mais variadas formas, como maneira de aliviar o carma pela prática da caridade.
  • Na crença de que o ser humano vive em um campo de vibrações que condiciona a sua vida para o bem, como também para o mal, conforme a lei do livre-arbítrio e o ambiente que o cerca.
  • No conceito de que o ser humano é a síntese do Universo, dentro de um paradigma Holístico.
  • Na vida inteligente vivendo em todo Cosmos.
  • No direito de liberdade de todos os seres viventes.
 Pesquisa: Umbanda, meu caminho (Fanny Pitaki Cunico)  e Apostila do Curso de Umbanda (Sociedade Espiritualista Mata Virgem)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: