Tudo evolui.

Orixas 2014

A Umbanda nos ensina a reforma intima e a evolução. Ninguém evolui ou se transforma, odiando, detestando ou mantendo quizila com alguém. E se tudo se transforma, evolui, é certo que uma lenda criada em torno de nossos Orixás, tanto tempo passado, traga até nossos dias a imagem de Orixás parados nas trevas da ignorância e da não evolução?

Não são Eles as energias do bem e da paz? Não são os seus enviados os instrumentos que utilizamos para nos direcionar a reforma intima, ao amor universal e a caridade como meio de chegar a Oxalá? Então como podem ser o caminho da nossa transformação se Eles, no caso, pararam no tempo da discórdia e do não amor?

Não é isto que aprendi na Umbanda, não reconheço Orixá com quizila, reconheço enviados de Oxalá para a nossa evolução e transformação de um mundo melhor, a começar pelo mundo dos Orixás. Cada um com sua individualidade, sua maneira de ser, mas todos respeitando o livre arbítrio de seus irmãos e trabalhando pela nossa evolução.

Na verdade somos filhos de todos os Orixás que fazem parte da nossa formação. Mas a nossa sintonia nos direciona para Aquele está mais ao nosso lado (como nosso protetor) nos auxiliando a conhecer nossas virtudes e entender nossos defeitos, falhas e excessos, para efetuarmos com sucesso a nossa Reforma Íntima.

By: Raquelcain

Entidades – Caboclos – Pretos velhos

EntidadesPretos-velhos                     Caboclos Ox

As ervas poderosas

Alecrim

Arrudacomigo-ninguem-podeespada de s jorgeGuinéManjericãoPimenteira

Como agradar seu Orixá

 

O que fazer para agradar meus Orixás? Está pergunta é feita diariamente em meu e-mail.

vejamos então…

Tome banhos de limpeza com as ervas de seus Orixás. OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Firme vela para seu anjo de guarda pedindo a Deus força, proteção e permissão para seus Orixás protegerem
você e auxiliarem em sua evolução espiritual. Defume sua casa e limpe-a com chá de ervas.

Faça oferenda com frutas, flores e comida do agrado de seus Orixás, pedindo a Eles paz, saúde, abertura de caminho.

Basta você conversar com Eles e pedir que use as energias das frutas, flores e ervas para ajudar a limpar e abrir seu caminho.

No Blog tem tudo isso, mas o mais importante é você manter pensamentos positivos que tragam boas energias.

Limpe seu coração e sua mente de todas as mágoas ou raiva de outras pessoas. Perdoe quem lhe faz ou fez algum mal.

Só estamos preparados para a felicidade e abertura de nossos caminhos quando tiramos de nós todas as bagagens ruins que impregnam nosso Eu.

Os banhos, as defumações e as orações afastam os espíritos negativos, as más energias e nos trazem paz.

As limpezas ajudam, mas se você tiver mágoa, ódio ou algum sentimento ruim em seu coração, é preciso se livrar deles. Antes que Deus ou os Orixás possam ajudar você, você deve se ajudar libertando-se de todos os sentimentos negativos.

By: Raquelcain

Orixá de Nascimento

Muitos me perguntam sobre os Orixás de Nascimento, pois na Tabela deste Blog, costumam aparecer dois ou mais Orixás.
 
Temos Orixás que comandam pelo signo, data de nascimento, hora do nascimento, decanato, etc.imagesCA39NZFO
Os Orixás regem nosso caminho, nos protegem e nos orientam.
Este método do Blog ensina pela data de nascimento, a conhecer os Orixás que comandam nosso signo, e  não diz serem os únicos orixás que possuímos.
O jogo do búzios, o Odú e a numerologia acrescentarão outros que só se encontra através desses métodos ou o Orixá desenvolvedor, aquele que abre nossa incorporação, quando desenvolvemos a mediunidade. Mas não é errado que se encontre quatro ou cinco Orixás. Mas sempre um deles domina mais a nossa cabeça e influencia na nossa personalidade. Então veja, você pode ter 5 Orixás, mas um único vai te acompanhar do nascimento a morte da matéria. Mas em todos os métodos, ao confrontar, terá algum que será igual.
 
By: Raquelcain

Frutas e Flores dos Orixás na Umbanda

Quase nunca ouvimos falar das frutas e flores de cada orixá, somente das ervas. No entanto eles tem uma variedade enorme delas e no caso de uma oferenda simples de agradecimento ou pedido, podemos utilizá-las sem receio algum.

Contudo cada Orixá tem a sua preferência, pois, assim como as ervas são importantes para a liturgia e rituais da Umbanda, as frutas e flores também o são, sendo escolhido o seu uso conforme o Orixá a quem se está oferecendo-as. Citamos com exemplo:

Assim como as ervas são importantes para a liturgia e rituais da Umbanda, as frutas também o são, sendo escolhido o seu uso conforme o Orixá a quem se está oferecendo-as.

Frutas Utilizadas na Umbanda296104_270527786424158_1222498564_n

  •  Oxalá - Uva verde, pêra, maçã, damasco, melão, figo. polpa de coco, pêssego branco, nozes, castanhas e amêndoas
  • Iemanjá - Melância, melão,sapoti, nêspera, mangaba, jenipapo, uvas brancas, uva Juliana, pêra.
  • Iansã – maçã vermelha, tangerina, laranja-bahia, uva rosa, pitanga, cereja.
  • Oxum – pêssego amarelo, maçã verde, melão gaucho amarelo, damasco, nêspera, ponkan
  • Cosme e Damião - Goiaba, pitanga, groselha, cereja, jabuticaba, grumixama, amora
  • Oxossi - Coco, cana de açúcar, abacaxi, laranja, limão, camboatá, caju, acerola, sapucaia, cacau, mangaba, butiá, nêspera (ameixa branca), frutinhas de mato (abiu, bacaba, bacuri, murici, pequi, etc).
  • Ogum - Banana, ameixa, uva rosê, maçã, graviola, abacate, pitomba, ciriguela, lima da pérsia, marmelo
  • Obaluaiê - Jaca, cajá, carambola, fruta-pão, morango, amora, mamão, romã, maracujá, uva preta, jabuticaba, figo preto, cereja preta.
  • Xangô - Marmelo, melão, caqui, fruta-de-conde, maracujá, manga, mamão, melancia, abiu, abricó, morango, cacau, goiaba
  • Exu - Pitanga. Banana d’água, amora, manga, laranja azeda, caju, jaca, pomelo.
  • Pomba-Gira - Figo
  • Almas - Jaca, abacaxi, cajá - manga, manga, carambola, fruta-pão, morango

Flores Utilizadas na Umbanda

Os banhos com flores são chamados de banhos de proteção e não devem ser fervidos, apenas as pétalas são colocadas em um recipiente e a água fervente é despejada por sobre elas. Toma-se do pescoço para baixo quando atingir a temperatura ambiente. As pétalas restantes são recolhidas e atiradas na terra para que retornem ao seu ambiente natural. Recomenda-se acender uma vela para o orixá antes do ritual e os pedidos são feitos enquanto a água escorre pelo corpo.

  • Oxalá – Lírio branco, copo de leite, Girassol, Angélica e flores brancas em geral.
  • Oxóssi – Antúrio, Samambaia, folhagens e flores em geral.
  • Oxum – Rosas amarelas, Rosas Cor de Rosa, Lírios em geral.
  • Iemanjá – Rosas brancas, Margaridas, Palmas brancas, Angélica.      dns04
  • Iansã – Rosas champanhe, Gérbera coral, Crisântemos amarelos e todas as flores amarelas.
  • Xangô – Cravos rajados, Monsenhor amarelo, Espirradeira.
  • Ogum – Cravos vermelhos, Palmas vermelhas e Palmas branca, Crista-de-galo, Açucena rajada.
    Nanã – Verbena, Flores do campo, Dálias, Manacá, Crisântemos.
  • Ibeji – Onze horas.
  • Obaluaiê – Cravos brancos, Crisântemos branco, Quaresmeira, Agapanto roxo
  • Exu - Cravos vermelhos

DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO

Como nossos guias incorporam.

Como se comunicam.

Pergunta: Todos somos médiuns?

Resposta: Todos os seres humanos são médiuns, sem exceção!

A palavra médium tem origem no Latim e significa  “meio”. Meio de comunicação entre o mundo espiritual (onde vivem os espíritos) e o mundo material (onde vivemos).  A mediunidade é nata em todos os seres humanos.

A mediunidade pode ser Natural ou de Prova

Mediunidade Natural é a mediunidade decorrente da conquista de valores morais e evolução espiritual. (Exemplo: Chico Xavier). Nessa situação o médium é um missionário em meio aos homens e tem sempre como objetivo a pratica da caridade e a eliminação de seus defeitos.

Mediunidade de Prova é aquela em que os homens sob a misericórdia Divina passam a ter intercambio com os espíritos guias e dessa forma, passam a ressarcir seus débitos kármicos do passado. Esse é o tipo de mediunidade da esmagadora maioria dos médiuns, sejam eles umbandistas, kardecistas, seguidores do Candomblé ou ainda, de qualquer outra religião, tendo em vista que o fenômeno mediúnico existe em todas as religiões ou civilizações.

Deus assim procede para que ninguém nunca possa dizer:

“Não tenho fé porque fui privado do contato com os espíritos”!

Os kardecistas catalogaram perto de 60 tipos de mediunidade, sendo as mais comuns a:

Psicografia, Vidência, Auditiva, Intuitiva, Sensitiva, de Cura, Efeitos físicos, Incorporação.

                 Psicografia

psicogrfia

  O guia do médium envia seus pensamentos a mente do médium concentrado. Em seguida envia comandos ao sistema nervoso do médium e passa a ter domínio sobre o braço e a mão do médium e nessa situação a escrita se desenvolve. A caligrafia é normalmente a mesma que o espírito adotava quando encarnado.

                               

                   

 Vidência

videncia

Na mediunidade de vidência o médium vê e pode conversar com os espíritos, porém, esse tipo de vidência é rara, o mais comum é a vidência momentânea situação em que podemos ver os espíritos em frações de segundo. Deve-se sempre desconfiar dos videntes até que fique comprovada a sua veracidade como médium.

                        

 

                                Auditiva

auditiva

Na mediunidade auditiva o médium ouve as vozes dos espíritos, mas não ouve com os ouvidos e sim, com a mente.

O médium ouve a comunicação como se fosse um pensamento, mas ouve com timbre, onde pode distinguir um espírito masculino ou feminino, se ele está irritado ou se o espírito comunicante é amigo. A obsessão utiliza largamente esse meio para atingir seus desafetos.

                         

                                 Intuitivos

intuitivo

Na intuição um espírito amigo (ou inimigo), envia sugestões através de seus pensamentos ao médium. Cabe ao médium ter discernimento nessas comunicações a fim de não cometer erros.

A intuição pode muito nos ajudar, mas se a fé for cega poderá ser perigoso.

“A obsessão faz uso dela amplamente”.

  

               

                                 Sensitivos

sensitiva

Os sensitivos quando adestrados e desenvolvidos corretamente são muito úteis, principalmente em reuniões em que não estão presentes os videntes.

São capazes de perceber vibrações nas pessoas, objetos, plantas, animais e ambientes, mas a principal característica é sentir a presença dos espíritos e suas vibrações, como exemplo; “Se são bons ou maus”.

                                      

Curadores

curadores

Este gênero de mediunidade consiste, principalmente, no dom que possuem certas pessoas de curar pelo simples toque, pelo olhar, mesmo por um gesto, sem o concurso de qualquer medicação.

Existe logicamente a necessidade de elevada espiritualidade para que esse tipo de médium atinja seus objetivos.    “São médiuns raros”

Efeitos fisicos – Por intermédio desse tipo de médium, os espíritos podem causar manifestações no nosso mundo físico. Podem movimentar objetos de grande porte, se materializarem e serem palpáveis ao toque físico. Utilizam para tanto os fluidos do médium conhecido como “ectoplasma”. Para realização das sessões de materialização são necessários além da forte concentração de todos os presentes, das orações preliminares e do ambiente totalmente escuro. Mas em alguns casos espontâneos existem registros dessas manifestações em qualquer ambiente e sem preparo algum.

MEDIUNIDADE DE INCORPORAÇÃO

Como sabemos a mediunidade de incorporação pode ser:   Consciente – Semi-consciente e Inconsciente

atuação do guia sobre o médium conscienteconsciente

 “CONSCIENTE” – Na mediunidade de incorporação consciente o Guia aproxima-se do médium e faz ligações apenas junto ao cérebro de seu médium e a ele envia seus pensamentos. Nesta situação o Guia se valerá também de outros tipos de mediunidade que o médium apresente como exemplo;

A mediunidade intuitiva, A auditiva e a sensitiva.

O Guia de um médium consciente sempre irá utilizar todos os meios que tiver ao seu alcance para se fazer compreendido e transmitido aos seus consulentes.

Neste caso o médium permanecerá consciente e notará todas as situações que ocorram no ambiente dos trabalhos e quando desenvolvido corretamente e ciente de seu papel como médium, a atuação de seu Guia aumentará gradativamente através da assiduidade do médium nos trabalhos, situação em que o médium quanto mais assíduo nos trabalhos, mais passa a perceber movimentos dos seus braços, pernas e da boca sem o seu comando e nesse patamar caminha para semi-consciência.

Por ser a mediunidade de incorporação consciente a mais comum, é ela que mais confusão faz na mente de um médium no inicio de sua missão, o que o faz muitas vezes duvidar das comunicações enviadas a sua mente, onde imagina estar transmitindo com suas próprias palavras as comunicações que lhe chegam a mente o que não corresponde a realidade que vive o médium consciente quando integrado a uma corrente séria. O médium consciente quando firme e convicto de sua missão mediúnica não dá importância ao fator consciência de sua mediunidade e segue com naturalidade na sua missão, adaptando-se aos meios que seu Guia usa para se comunicar e se fazer compreendido.

Quanto mais dedicado a sua missão é o médium consciente, maiores serão as influencias de seus Guias, que vão gradativamente se apresentando com maior força, o que é lógico, aumenta muito a fé do médium em seus Guias. Mediunidade exige adestramento constante, quanto mais adestrado, menos propenso a duvidas ficará qualquer médium.

 atuação do guia sobre o médium semi-conscientesemi consciente

“SEMI-CONSCIENTE”  -  É semi-consciente quando o Guia atua sobre o cérebro e o duplo etéreo do médium e movimenta os órgãos da fala e os membros do médium com maior facilidade e naturalidade, mas o médium poderá ter ainda em grande parte a visão do que ocorre a sua volta e percebe em grande parte o que ocorre no ambiente dos trabalhos.   Nesta situação, o médium ao final da incorporação, terá vagas lembranças dos fatos e pessoas que com o seu guia tiveram contato.

A manifestação do Guia será forte e claramente sentida pelo médium, porém, a lembrança dos fatos desaparece rapidamente, podendo-se comparar a um sonho, rapidamente esquecido. Esse tipo de mediunidade já é menos comum, ou seja, a cada 100 médiuns em início de seu desenvolvimento, 15 ou 20 estarão desta forma classificados.

Na aproximação do Guia que tenta fazer as ligações necessárias entre ele e o médium, também são comuns os tremores do corpo e o aumento forte da respiração do médium, esse fato ocorre pelo mesmo motivo, o deslocamento sutil do duplo etéreo do médium

atuação do guia sobre o médium inconscienteinconsciente

“INCONSCIENTE” – É médium inconsciente quando o Guia atua de forma ampla sobre o espírito, o cérebro e o duplo etéreo do médium, ocasião em que o médium adormece, mas permanece ao lado do seu corpo, ligado fortemente por um cordão magnético, também conhecido como cordão prateado. (na imagem está representado pela cor rosa).

Na aproximação do Guia que tenta fazer as ligações necessárias entre ele e o médium, são também comuns os tremores do corpo e o aumento forte da respiração do médium, esse fato também ocorre devido ao deslocamento sutil do duplo etéreo do médium.  Neste caso, a posse do guia sobre o corpo do médium é total. Uma vez terminada a incorporação, o médium de nada recordará dos fatos ou pessoas que com os seus guias tiveram contato.  Esse tipo de mediunidade NÃO É COMUM. Na média, a cada 100 médiuns, em início de seu desenvolvimento, de 1 a 3 médiuns poderão ser totalmente inconscientes.

Em qualquer situação as ligações de um Guia ao corpo astral de seu médium, são complexas e difíceis de explicar e exige do Guia, também grande aprendizado.

Nota de um Pai no Santo -  A inconsciência é o patamar que os médiuns de incorporação desejam alcançar, mas no meu entender ela não é a ideal. Digo isso porque determinados guias me deixam inconsciente, outros já deixam semi-consciente, sendo essa a classificação que julgo a ideal. O médium de incorporação também aprende com as comunicações de seus guias, se ele nunca pode ver nada, fica ele privado desse conhecimento, portanto, no meu entender a semi-consciência é a melhor opção.

Nas incorporações também contribuem para um bom resultado o estado emocional do médium no dia dos trabalhos, quanto mais desequilibrado estiver o médium, menor ou mais fraca será a atuação de seu guia. 

 fonte de  pesquisa:  www.nuss.com.br

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 142 outros seguidores